Untitled Document

10/07/2018 - 06h27
60% dos professores sofre de exaustão emocional

Mais de 60% dos professores portugueses sofrem de exaustão emocional, provocada por causas como a excessiva burocracia e a indisciplina dos alunos, revela um estudo nacional com base em mais de 15 mil respostas de docentes.

Este é um dos resultados do estudo levado a cabo por uma equipa liderada pela investigadora Raquel Varela, da Universidade Nova, a pedido da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o objetivo de ter dados nacionais sobre o desgaste da profissão docente.
Os professores em ‘burnout’ têm a sensação de não conseguirem acompanhar os alunos individualmente nem as múltiplas tarefas burocráticas que lhes são exigidas na escola, contou.
“Particularmente todos os professores estão cansados. Há mais professores cansados do que professores em ‘burnout’, devido à extensão do horário de trabalho e a intensificação das tarefas dentro do horário de trabalho”, sublinhou realçou em declarações à Castrense o sindicalista Manuel Nobre

10/07/2018 - 06h27


Som:

 
 
Mais Notícias

12ª Edição da Volta ao concelho de Almodôvar em ciclismo
(22/03/2019 - 07h00)
Agricultores do Baixo Alentejo estão preocupados com a falta de chuva
(21/03/2019 - 07h00)
Enfermeiros reúnem hoje com a Ministra da Saúde
(21/03/2019 - 07h00)
“Lamento que o ensino profissional seja visto como ensino de segunda” Isabel Campos directora da ALSUD
(20/03/2019 - 07h00)
"Esperemos que a Administração da Somincar acabe de vez com a Laboração Contínua" Sindicalista Luís Cavaco
(20/03/2019 - 07h00)

anterior - seguinte